domingo, 6 de março de 2011

Chuva pra que te quero?


Ultimamente tenho acreditado que São Paulo deixou de ser a terra da garoa para ser a terra do dilúvio, é impressionante o quanto chove nessa cidade.

Há dias que chove o dia inteiro, há dias que chove varias vezes, mas o grande fato é que não passa um dia sem que caia (muita) água do céu de São Paulo.

E detalhe, não contente com água tem chovido também pequenos paralelepípedos de gelo, ou seja, de nada serve o bom e velho guarda-chuvas, porque depois de um pouquinho desse granizo ele já está pronto para ser jogado fora sem a menos possibilidade de conserto.

Na semana que se passou presenciei algo para mi inédito por conta de tanta água, onde eu moro só existem apartamentos, nada de casas e etc e o rio que fica mais próximo daqui está a uma boa distância.

Liguei na hora do almoço para o namorado e ele disse que estava sem guarda-chuvas, eu como a boa alma caridosa que sou (modéstia – ON) me ofereci para buscá-lo já que ele trabalha tão pertinho.

O que eu não esperava é chegar na portaria do condomínio e no lugar da rua encontrar um grande rio, por um momento entrei em pânico, mas depois pensei: “Ah, é só uma agüinha, coisinha de nada, dá para ir”, sim eu fui, mas arrastada pela água, em certo momento pensei em voltar mas á água não parava de me empurrar na direção contraria e detalhe, não pensem que eu estava com água até a cintura, ela ainda nem havia chegado aos joelhos, foi inacreditável.

E, além disso, tudo continuava a cair muita água, cheguei à porta da empresa destruída e como resultado da minha coragem peguei uma gripe super forte.

Acredito que essa chuva é apenas efeito dessas alterações climáticas causadas pela intervenção do homem na natureza, mas o que eu acredito é que caso continue chovendo assim vou repensar com o Diego e ao invés de financiar uma casa ou um apartamento o grande negócio seja comprar um barco e morar nele, ele pode até deixar o cabelo e a barba crescer e assim poder4á se tornar o Noé da nossa geração, rsrsrs...

quinta-feira, 3 de março de 2011

O DIRETO NÃO ACOLHE A QUEM DORME


E mesmo não estando no direito levo essa frase comigo por toda vida!!

(Obrigada Renato Romão por sempre me fazer lembrar!)

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

BOM, RUIM, ASSIM, ASSIM...


Achei a mensagem muito boa e resolvi dividir!!

(Para quem está em uma semana para lá de decisiva)

domingo, 13 de fevereiro de 2011

O RIDÍCULO MORRER.



Estava lendo um texto muito bom do Pedro Bial que se chama “A morte”.
Depois de ler e reler algumas dezenas de vezes fiquei parada pensando no assunto e concordo com ele, de certa forma morrer é ridículo, o que acontece com o que você deixou de realizar, com o que você prometeu e não vai mais poder cumprir, com as pessoas que ficam e só fazem chorar a mera menção do seu nome e pensei se morrer tem em si algum sentido.

Pensei nos consolos que damos as pessoas quando alguém morre e isso me fez pensar que assim como Pedro Bial disse, a morte chega a ser um grande exagero, porque dizer: “Pelo menos ele viveu tudo o que tinha para viver”, só porque a pessoa morreu com muita idade, primeiro, morrer idoso não quer dizer morrer velho e que isso fique bem claro, mas voltando a linha de raciocínio quem disse que essa pessoa viveu tudo o que tinha para viver e o que ficou para viver????
Quando uma criança ou um jovem morre o discurso gira em torno de: “Pelo menos não sofreu??” ou “Melhor assim, não sabemos pelo que ele poderia passar”, será que ninguém se dá conta do quanto isso não faz sentido, nada realmente justifica morrer.

Nascer é um fato e morrer também é, mas se ao nascermos a única certeza que temos é a de que vamos morrer, então porque morrer tem que ser to ilógico???

Foi quando eu me dei conta de que questionar a morte não vai me dar plenos poderes para vencê-la.

E li e reli mais uma dezena de vez um trecho do texto que diz:

Mas antes de viver tudo?
Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas.
Morrer é um exagero.
E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas.
Só que esta não tem graça.”

Morrer, morte, fim ou como diria meu irmão mais novo
“Cabôôô”, foi me deixando meu biruta, que sentido faz então??

Foi quando desci um pouco os olhos e li a frase que me resgatou um pouco da morbiedade de morrer.
Por isso viva tudo que há para viver.
Não se apegue as coisas pequenas e inúteis da vida...”

Foi quando eu finalmente entendi que  não se pode lutar com a morte e nem perder seus dias lutando contra ela ou preocupado com  o dia que ela vai chegar, é preciso VIVER para que a morte não se torne algo tão ridículo assim.





sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Caindo de sono!!


Minha irmã, Maria Luiza é famosa por dormir em qualquer lugar e em qualquer posição, maior prova disso é essa foto, mas meu irmão se acabou gravando esse vídeo em que ela literalmente está caindo de sono e o incrível que foi uma questão de segundos que ela parou de conversar e farrear e começou com a cena cômica.


segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

DESOBVIALIZE!


Gostei da mensagem do vídeo e resolvi compartilhar com vocês.
Uma boa semana para todos e não esqueça de desobvializar!!!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Um feliz recomeço





Sempre acreditei que todo recomeço tem como característica principal ser difícil, meu Deus como eu me enganei!!!

A fase atual da minha vida é de total recomeço e tem sido maravilhoso, tenho encontrado pessoas muito dispostas a me ajudar, oportunidades que jamais sonhei (ou talvez nunca tenha percebido por não estar aberta), momentos de felicidade que até então eu deixava passar sem me dar conta.

Descobri que as pessoas podem ser ainda melhores do que esperamos e que o apoio pode vir de onde não imaginamos, pessoas que se importam conosco sem esperar nada em troca. (Dedico esse parágrafo a minha prima Luíza)

Tem sido muito bom recomeçar, enxergar o que estava ruim e banir da minha vida, acreditar em mim e na minha capacidade de poder fazer mais e melhor, fico até espantada de não ter percebido tudo isso antes.

Claro que existem pessoas que detestam ver a nossa felicidade, as nossas realizações, ficam na torcida para tudo dar errado, fazem uns comentários que pelo amor de Deus, sem falar nas atitudes, mas o que mais importa mesmo é a nossa felicidade e hoje sem dúvida posso dizer que estou vivendo um momento ótimo da minha vida, que estou muito feliz!!

Agradeço a todos vocês que fazem parte desse momento tão maravilhoso da minha vida, vocês têm contribuído muito!!

Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.